8 atitudes brasileiras que não pegam bem em uma viagem ao exterior. | We Fashion Trends
Comportamento Viagem

8 atitudes brasileiras que não pegam bem em uma viagem ao exterior.

18 de julho de 2016

atitudes brasileiras que no pegam bem no exterior
Alguns gestos e sinais comuns aqui no Brasil, podem não ser bem vistos quando você vai conhecer um outro pais. Alguns dos nossos comportamentos – naturais – não soam bem e em algumas culturas, pode até ser desrespeitoso e mal educado. Por isso, ao fazer sua tão sonhada viagem internacional, é importante sempre pesquisar os costumes da região, o que pode e o que não pode.
Por isso, nós fizemos uma listinha com 8 comportamentos brasileiros que não pegam bem no exterior, confira!

Aperto de mão firme – Filipinas

Cumprimentar alguém com um firme aperto de mão é mais do que normal aqui no Brasil. Porém nas Filipinas, um aperto de mão forte é considerado agressivo e até desrespeitoso em certas ocasiões. Talvez você não curta, mas é melhor ir com calma e sem forçar ao cumprimentar alguém por lá.

Mascar chiclete em público na Singapura

Mascar chiclete em público não é só considerado uma falta de educação por lá: é proibido por lei. A multa por cuspir a goma de mascar na rua e sujar as vias públicas pode passar de R$ 1.000.

Comer onde não sirvam comida – Ruanda

Em Ruanda, é considerado rude comer em qualquer local que não seja um restaurante, bar ou hotel. Fazer um lanchinho no ônibus? Refrescar-se com um sorvete na rua? Pode esquecer. Melhor seguir a cultura local e curtir sua refeição com a calma devida: afinal, é para isso que servem as férias.

Fazer “joinha” nos países do Oriente Médio joinha-405x178

Em muitos países do Oriente Médio, fazer sinal de positivo com o polegar para cima equivale a mostrar o dedo médio para alguém. Se você quiser mostrar aprovação, talvez seja melhor simplesmente sorrir.

Atrasar-se – Alemanha

Marcar de encontrar com os amigos às 19h e chegar às 20h não é nada raro no Brasil. Mas em países como a Alemanha, deixar os outros esperando passa a impressão de que você acha o seu tempo mais importante que o dos outros. Quando na Alemanha, faça como os germânicos e chegue na hora.

“Limpar o prato” – Tailândia e China

na China e na Tailândia, se você for convidado à casa de alguém e não deixar sobrar nada no prato pode causar a impressão de que o anfitrião não preparou uma quantidade suficiente. Pelo menos é uma boa desculpa para guardar espaço para a sobremesa.

Dar gorjeta no Japão e Coreia do Sul

Dar gorjeta aqui no Brasil já é algo comum, porém no Japão e na Coréia do Sul, esse ato pode gerar confusão. a maioria dos casos, eles irão educadamente recusar, pois sentem orgulho em fazer seu trabalho bem feito e não acham que precisam de um incentivo extra além do salário que já recebem. Se você forçar, pode ser que seja até mesmo perseguido pelo garçom na rua para que ele possa lhe entregar o troco.

Encher a comida de tempero – Itália, Espanha e Japão

Em culturas gastronômicas como Itália, Espanha e Japão, pedir pelo molho de tomate, pimenta ou shoyu para colocar na refeição pode causar estranhamento. Antes de solicitar seu tempero favorito em um restaurante mais requintado, veja se ele já está na mesa: caso contrário, talvez seja um bom momento para ampliar o seu paladar.

Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:



Pinterest