História da Calça Jeans | We Fashion Trends
Moda

História da Calça Jeans

19 de novembro de 2013

Quem acha que o jeans é uma invenção americana, está enganado. O jeans começou a ser fabricado na cidade de Nimes, na França, em 1872. Os italianos foram os primeiros a importar esse tecido para confeccionar os uniformes dos marinheiros que trabalhavam no porto de Gênova. Esses genoveses eram chamados “genes” pelos franceses e, posteriormente, foram apelidados de “jeans” pelos americanos.

história da calça jeans usada por marinheiros

Nos Estados Unidos acontecia a corrida pelo ouro e os mineradores precisavam de roupas resistentes o suficiente para o trabalho pesado. Em 1853, o jovem  Levi Strauss, foi até o velho oeste americano para vender lona para cobrir as carroças dos mineradores.Devido à saturação do mercado, seus produtos começaram a se acumular nas prateleiras. Observando os mineradores e o trabalho forçado que eles tinham, percebeu que eles precisavam de uma roupa feita de material mais resistente. Logo, Levi Strauss levou um dos mineradores a um alfaiate, pegou a lona que não conseguia vender e que era bem resistente e juntos confeccionaram uma calça para o minerador na cor marrom.

História da calça jeans usada pelos garimpeiros

Logo, as calças feitas de lona para cobrir carroças se espalharam entre os mineradores. Porém, esse tecido era desconfortável e rígido, isso fez com que, Levi Strauss fosse pesquisar e buscar um tecido que tivesse essa resistência da lona, mas que fosse mais maleável e confortável para os mineradores. Strauss descobriu que os marinheiros genoveses utilizavam em seus uniformes o algodão sarjado.
+ A cor azul do jeans que conhecemos hoje, veio tempos depois, Strauss decidiu tingir esse algodão sarjado usando o corante de uma planta chamada Indigus, conferindo a cor azul do jeans que conhecemos hoje.

Strauss fundou a Levi Strauss & Co.Em 1872, um fabricante de capas para equinos chamado Jacob Davis, escreveu uma carta para Strauss falando que com as pepitas de ouro, os bolsos das calças dos mineradores começavam a rasgar e cair. Jacob Davis teve a ideia de unir os bolsos nas calças com o mesmo rebite de metal usado nas correias de cavalos para evitar que as costuras se abrissem. Davis enviou duas amostras de suas calças rebitadas para Strauss e, juntos, eles patentearam a inovação. Abriram uma fábrica e em 1890, Strauss atribuiu o número de identificação 501 às suas calças de brim com rebites de cobre na braguilha. Nascia, então, a calça jeans 501 da Levi’s, que viria a se tornar a peça de roupa mais vendida da história da humanidade.
Em 1928, uma repórter da Vogue foi para o leste dos Estados Unidos depois de uma viagem a um hotel fazenda em Wyoming com uma foto sua que dizia: “Vestindo a inacreditável calça jeans […]” Já em 1935, a mesma revista publicou uma matéria mostrando como deixar o jeans mais desgastado: “Vá a loja local e compre uma calça jeans, deixe a calça boiando durante a noite numa banheira cheia d’água — quanto mais vezes uma calça jeans é lavada, melhor ela fica, principalmente se encolher um pouco”.

História da calça jeans filme juventude transviada

Foi  nos anos 50 que a calça se tornou um símbolo de rebeldia, principalmente pelo filme Juventude Transviada, onde o ator James Dean, fazia o papel do jovem e rebelde Jim Stark. James apareceu usando a combinação clássica: calça jeans e camiseta branca. Além de Dean, Marlon Brando e Elvis Presley contribuíram para que a calça se disseminasse entre os jovens da época, que teve sua imagem intrinsecamente ligada ao rock. O filme Juventude Transviada foi considerado forte para a época, pois além da calça jeans, Dean apareceu usando a camiseta branca como peça única: antes ela era usada apenas por baixo de camisas, considerada uma roupa de baixo, como uma cueca ou calcinha. Esse traje camiseta branca e calça jeans foi até proibido nas escolas, cinemas e restaurantes da época, por ser considerado muito rebelde e impróprio.

História da calça jeans através das décadas

Os fabricantes tentaram reverter essa imagem negativa do jeans e tentaram camuflar usando slogans como: “Jeans: Ideal para a Escola”. Chegaram até a formar uma organização chamada Conselho do Denim, para promover concursos de beleza para eleger a “rainha da calça jeans”, porém isso foi em vão.

Tempos depois, Marylin Monroe usava a famosa calça jeans, mostrando que as mulheres podiam usar, porém agora era com apelo mais sensual.

Mas foi nos anos 70 que as calças jeans ganharam o mundo da moda, onde apareceram em coleções dos estilistas Ralph Lauren, Oscar de la Renta, Geoffrey Beene e Calvin Klein, que conferiram à calça um caimento perfeito, sendo considerado na época um item de status. Mas foi Calvin Klein quem mandou apertar as calças para deixar o bumbum feminino perfeito. Klein criou uma campanha bem polêmica em 1980 usando Brooke Shields, com 15 anos na época, dizendo: “Quer saber o que fica entre mim e a minha Calvin?, Nada!”.

História da calça jeans anúncio Brooke Shields para Calvin Klein anos 70

A marca Diesel foi quem deu o start lançando uma calça jeans premium com stretch, pois antes as calças jeans eram muito justas com cintura alta e bem rígidas. Para uma mulher vestir uma calça jeans na época, era preciso deitar na cama e até usar uma pinça para puxar o zíper.
O jeans atravessou o século XX sofrendo várias transformações, resistindo às tendências, modismos, estilos e comportamentos. Se tornando o maior fenômeno já visto na história da moda, e embora sofra alterações ao longo do tempo, ele permanece, vestindo homens, mulheres e crianças, há 150 anos.

Para dicas de como manter suas roupas limpas acesse: Vanish É de Casa!


selo

Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:



Pinterest