Pesquisa revela que mulheres que usam maquiagem no trabalho ganham mais | We Fashion Trends
Comportamento

Pesquisa revela que mulheres que usam maquiagem no trabalho ganham mais

30 de maio de 2016

Pesquisa revela que mulheres que usam maquiagem no trabalho ganham mais

Um estudo da Universidade de Chicago descobriu que “ser considerada uma pessoa bonita” tem mais a ver com o cuidado pessoal como cabelo, roupa e maquiagem do que com seus genes.

Os pesquisadores analisaram o salário de 14.600 homens e mulheres e compararam os dados com as notas dos entrevistadores, que avaliavam o quanto os participantes eram atraentes e bem cuidados. As notas variavam de 1 (não atraente/mal cuidado) até 5 (extremamente atraente/bem cuidado).

Os homens e mulheres que foram considerados bonitos ganhavam 23% a mais do que as pessoas de aparência mediana. Os que foram considerados extremamente bonitos, ganhavam até 40% a mais.




A grande novidade deste estudo, foi separar o que é ser considerado bonito do que é ser considerado uma pessoa bem cuidada. Geralmente isso estava junto, por isso, os pesquisadores separaram os dois fatores e perceberam que o ganho extra está mais relacionado a estar bem penteada, bem vestida e maquiada do que a ser atraente naturalmente.

Essa pesquisa confirmou que o cuidado pessoal e a beleza física não necessariamente andam juntas. 11% dos participantes foram considerados mal cuidados, mas bonitos ou muito bonitos. Outros 5% eram muito bem cuidados, mas não eram atraentes.

Quem vai trabalhar mal cuidado ganha 18% a menos do que a média. No outro extremo, quem é muito bem cuidado ganha até 20% a mais. Estar bem cuidada refletia em um ganho maior para as mulheres do que para os homens. Uma mulher considerada menos atraente, mas muito bem cuidada, pode ter a mesma vantagem financeira que uma mulher bonita. Com os homens, não é assim.

O problema é que isso acaba sendo uma faca de dois gumes para as mulheres, pois se ela pode conseguir ganhar mais com maquiagem e outros artifícios, isso não é só uma opção para ela e acaba virando uma obrigação. Quase 100% da vantagem salarial que era atribuída à beleza sumia caso a mulher fosse mal cuidada.

Os pesquisadores concluem que, uma vez que o processo de se vestir e se maquiar adequadamente exige que a mulher preste atenção no seu entorno social, invista tempo e dinheiro e se conforme com o padrão social, essa ideia de estar bem cuidada acaba servindo como um controle do comportamento feminino no mercado de trabalho.

Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:



Pinterest