Compras Moda

Como comprar em brechós: Dicas para você selecionar as peças sem errar

5 de dezembro de 2017

dicas para comprar roupas vintage em brechós

O que é  brechó?

A compra e venda de roupas usadas são bem antigas. Lá por 1900, em Saint Ouen, subúrbio da capital francesa, já aconteciam feiras de trocas. E devido às péssimas condições de higiene da época, essa feira foi apelidada de marché aux puces (mercado de pulgas). Já no Brasil, a origem do nome brechó seu deu no Rio de Janeiro do século 19, quando um homem de nome Belchior criou a primeira loja de roupas e objetos de segunda mão. A palavra que designa loja de roupas e objetos usados era originalmente Belchior e, com o uso, transformou-se em “brechó”.

A melhor coisa do brechó é descobrir aquelas lojinhas que tem uma portinha estreita, mas quando entramos, vemos um mundo de roupas e acessórios vintage, que podem ser uma ótima oportunidade para garimpar peças bacanas e dar uma incrementada no guarda roupa.

E diferentemente do exterior, em que a cultura dos “flea markets“, os chamados “mercados de pulgas”, é bastante difundida, no Brasil o negócio caminha a passos um pouco mais lentos, porém animadores.

mulher segurando casaco de inverno brechó

Quem também gosta de comprar em brechós ou para quem está querendo entrar nessa arte de descobertas, seguem algumas dicas de como se dar bem nas compras.

Dicas para comprar em brechós

1. Pesquise: Antes de ir às compras vintage procure por inspiração em revistas, blogs e lojas online. Desta forma pode reforçar a ideia do que você está procurando para incrementar o seu armário.

2. Tempo: Quem quer comprar em brechós precisa ter um tempo disponível para isso, só assim você vai conseguir aquele achado. Se estiver com pressa, vá outro dia;

3. Estado de conservação da peça: Olhe bem os acabamentos internos das peças, veja se a roupa não tem manchas, como estão os alinhavos, pois algumas roupas, principalmente as mais antigas eram feitas à mão.

4. Peças vintage: Está em busca de uma peça vintage? Se precisar, pode pedir ajuda ao dono da loja (bons brechós geralmente contam com alguém que está por dentro dos estilos de outras décadas).

5. Prove tudo: Não confie no tamanho descrito na peça. As medidas e os tamanhos mudam conforme as décadas.



Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:



Sem Comentários

Comentários