Curso no Brasil ensina como fisgar marido milionário | We Fashion Trends
Casamento Comportamento Curiosidades

Curso no Brasil ensina como fisgar marido milionário

19 de fevereiro de 2019

conquistar-homem-rico

Muitas mulheres tem o sonho de fisgar um homem milionário para bancar sua vida. Se esse é o seu sonho, saiba que está chegando no Brasil uma escola que ensina como fazer isso.

A sueca Anna Bey, 32 anos, percebeu muito jovem que precisava de um homem rico para patrocinar o tipo de vida que pretendia levar.

Em uma viagem à Itália, aos 19, Anna passou a namorar um financista bem mais velho e bem mais rico que ela. Desde então, cultivou um estilo de vida condizente com suas necessidades básicas.

Assim, criou a “School of Affluence” (Escola da Riqueza), que “ensina moças ambiciosas a galgar o universo dos homens ricos”. Definido como um “programa de treinamento online”, o curso é composto por sete módulos, cada um com duração de 1h até 1h30:

  • Introdução ao mundo dos ricos;
  • Comportamento a adotar na alta sociedade, e a etiqueta do “bodylanguage” (o corpo fala);
  • Moda (dress code e corpo);
  • Promoção de uma rede de conexões poderosas (networking);
  • Namorando o rico e 7.  
  • Estratégias para obter bons resultados em todos os ítens acima.

Curso Casamenteiro

O correspondente do curso de Anna no Brasil está sendo lançado com o nome de “Escola da Elite“. A iniciativa de trazê-lo foi da empreendedora Jennifer Lobo, 31, que é filha de brasileiros nascida em Miami e tornou-se famosa por lançar aqui o “Meu Patrocínio”, uma plataforma elaborada para aproximar moças desamparadas de senhores abastados (os famigerados ‘sugar daddy’). Jennifer também assina a obra “Como Con$eguir um homem Rico”.

No Brasil, o curso para fisgar milionário será reproduzido igual ao original com o auxílio de legendas. A Escola da Elite custa R$ 499.

“A beleza definitivamente não é o mais importante no homem rico. Ele pode ser bonzinho, cavalheiro e gostar de se divertir. De dar para a mulher suporte emocional e segurança. Eu prefiro do que ter um gato bombado, burro e pobre!”, contou Jennifer para o UOL.

Via: Paulo Sampaio 



Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:



Sem Comentários

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.