Saúde Saúde da Mulher

Depilação íntima total aumenta em 80% os casos de DST

2 de janeiro de 2017

depilacao-intima-riscos-que-voce-deve-saber1

As mulheres têm o costume de fazer depilação e remover todos os pelos pubianos. Nos Estados Unidos, essa técnica é conhecida como “depilação brasileira”. Porém, se você faz isso, aparentemente, tirar todos os pelos da região íntima não faz bem para a saúde.

Essa afirmação vêm de um estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia e também da Universidade do Texas. Eles descobriram que quem não mantém pelos íntimos tem mais incidências de doenças como herpes e chato.

Essa pesquisa foi feita por entrevista com 7,5 mil norte-americanos com idades entre 18 e 65 anos. Os resultados mostraram que quem retira totalmente os pelos pubianos mais de 11 vezes ao ano são as pessoas que mais sofreram com algum tipo de DST.



 

Depilar ou não depilar?

Mesmo com o estudo, ainda é cedo para afirmar que a depilação total tem influência, realmente, na saúde sexual das pessoas. No caso da depilação, esse procedimento pode causar microlesões na pele, que aumentam o risco de infecção, especialmente por doenças cutâneas.

A pesquisa descobriu também que pessoas que depilam tudo tendem a ter mais parceiros sexuais e podem, eventualmente, praticar sexo sem proteção.



Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:



Sem Comentários

Comentários