Dicas para ser mãe depois dos 40 anos | We Fashion Trends
Família Gravidez Maternidade

Dicas para ser mãe depois dos 40 anos

17 de dezembro de 2019

gravidez-depois-dos-40

Há muitas razões pelas quais uma mulher pode decidir adiar a maternidade. Buscar a estabilidade econômica, emocional, alcançar o sucesso profissional … Contamos quais são as dicas e os mitos da maternidade tardia.

O relógio biológico geralmente joga contra a pressão social ou a idade ideal da medicina para ter filhos. Os tempos fizeram a maternidade tomar outros caminhos e agora, as mulheres podem decidir ser mães depois de 40, algo impensável nos dias de nossas avós.

Se olharmos os dados recentemente publicados sobre gestações, vemos que as mulheres decidem ser mães (pela primeira vez) mais tarde.  Podemos até dizer que a maternidade tardia, depois dos 40 anos, é uma tendência.

Maternidade tardia (depois dos 40)

ser-mãe-depois-dos-40-anos

baixa qualidade ovariana ou a baixa reserva ovocitária são alguns dos obstáculos que a biologia feminina interpõe no caminho para a maternidade, portanto, é improvável que as mulheres engravidem espontaneamente aos 40 anos, mas isso não é mais impossível.

5% das mulheres que tentam ser mães após 35 anos conseguem de forma natural, de acordo com estudos recentes. Embora também saibamos que a gravidez espontânea é menos provável, por razões simplesmente fisiológicas, a medicina reprodutiva desenvolve técnicas e procedimentos para ajudar essas mulheres.

O lado positivo de ser mãe depois dos 40

maternidade-depois-dos-40

Uma das primeiras perguntas que ataca a todas nós é o medo dos riscos que a mãe e o bebê podem sofrer. O maior risco é a falha cromossômica no feto, mas pode ser minimizado. E existem técnicas que podem nos ajudar a prevenir, como: A análise para conhecer o mapa cromossômico do embrião antes de transferi-lo e, assim, oferecer mais garantia de sucesso na gravidez, mas também maior segurança na obtenção de um embrião saudável. Esse tipo de análise não é apenas recomendada, mas quase uma obrigação para essas mulheres. Por outro lado, prevenção. Se não podemos ir contra a sociedade e sua realidade, vamos de mãos dadas.

A chave para a maternidade tardia é a maturidade com que as mulheres a enfrentam e que a estabilidade emocional, econômica e profissional é um momento ideal e vantajoso para enfrentar a gravidez e a criação dos filhos.

Outro fato que incentiva as mulheres que estão pensando na maternidade é que a maioria com mais de 40 que procuram a gravidez e alcançam o objetivo com tratamentos de reprodução assistida. O mais procurado é a fertilização in vitro e o mais inovador é a vitrificação dos óvulos. Isso consiste em congelar os óvulos durante a idade fértil para implantá-los no futuro, garantindo assim a gravidez com óvulos próprios e a tranquilidade de ter um bebê saudável no futuro. As mulheres que desejam adiar a maternidade podem congelar seus óvulos por esse procedimento.

Conselhos para as mulheres que estão pensando em ser mãe após os 40 anos

Segundo especialistas, as mulheres que consideram a possibilidade de serem mães pela primeira vez, depois dos 40, devem levar em conta as seguintes dicas:

  • Faça um estudo médico para iniciar um bom estado de saúde
  • Os anos nessa faixa etária são decisivos para que não possamos esperar muito mais. Se após 6 meses uma gravidez natural não chegar, é recomendável se colocar nas mãos de um especialista.
  • É importante realizar um estudo cromossômico prévio dos embriões.
  • Quando a gravidez não chega com os próprios óvulos, devemos saber que existe a possibilidade de ovodonação com óvulos de mulheres doadas.




Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:

Sem Comentários

Comentários