Essa empresa é a primeira a dar licença menstrual para suas funcionárias | We Fashion Trends
Menstruação Saúde da Mulher

Essa empresa é a primeira a dar licença menstrual para suas funcionárias

11 de março de 2020

colica-menstrual

Os médicos não têm dúvidas sobre isso –  as cólicas menstruais  podem ser tão dolorosas quanto um ataque cardíaco. Cerca de 75% das mulheres sofrem de doenças relacionadas ao período menstrual, e para 20% a dor é insuportável e as impede de trabalhar normalmente. Apesar disso, o sofrimento de milhões de mulheres ainda é subestimado na maioria dos casos. 

Veja também: As melhores marcas de absorventes naturais e ecológicos

Apenas um punhado de países ao redor do mundo leva em consideração as doenças mensais das mulheres, pelas quais elas são incapazes de trabalhar normalmente e introduziram licenças menstruais. Um deles é o Japão, onde as férias remuneradas devido ao período estão em vigor desde 1947. Infelizmente, ainda uma pequena porcentagem de mulheres japonesas desfruta desse privilégio, porque a menstruação é tabu por lá. Em 2017, a Itália estava prestes a introduzir uma licença menstrual de três dias, mas no final o projeto não foi adotado. Na Polônia, por enquanto, você pode sonhar com isso. 

A empresa PLNY  LALA , que é uma marca de roupas polonesa, acaba de anunciar que está apresentando um dia de folga pago por mês para mulheres empregadas em sua equipe – justamente por causa do período menstrual. É a decisão de  Elisa Minetti, chefe da PLNY LALA. Em um post no Instagram, explicou o que a levou a aceitá-lo.  

Ser mulher é maravilhoso, as confesso que quando estou menstruada, eu tenho vontade de mudar do escritório para casa, ficar um diz deitada na cama e descansando, pois a dor é forte. Eu analisei quantas vezes em conversas com as garotas que ouvi: “Eu ainda estou menstruada”, descobriu-se que esse é um assunto extremamente importante para todos nós. Portanto, querendo melhorar pelo menos um pouco do humor para as meninas que trabalham diariamente na equipe da empresa, estamos inserindo por aqui um dia de folga do trabalho para as mulheres que estiverem naquele dia, e claro, esse dia será pago! E espero que mais empresas se juntem a mim nessa ideia. 

Esperamos que outras empresas comecem a seguir o exemplo da PLNY LALA e introduzam licenças menstruais em sua política. 




Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:

1 Comentário

  • Avatar
    Reply Valdir Lima 11 de março de 2020 at 15:19

    Pomêmico mas humanista. Cabe debate publico para uma lei que salvaguarde ambos os lados MULHERES e EMPRESAS. Imagine uma empresa com 1000 mulheres …

  • Comentários