Guia de ácidos para cuidar da pele: conheça os benefícios de cada um | We Fashion Trends
Beleza Pele Produtos de Beleza Tratamentos de beleza

Guia de ácidos para cuidar da pele: conheça os benefícios de cada um

4 de março de 2020

beneficios-dos-acidos-pele

Muitas pessoas nos perguntam sobre o uso de ácidos nos cuidados com a pele. Os ácidos têm a reputação de serem eficazes e deixam a pele como nova, o que é verdade. Porém, com alguns deles, precisamos tomar uma série de precauções ao usá-los, especialmente se nossa pele é sensível. Com este guia, queremos fazer um resumo dos ácidos mais frequentes usados em cosméticos, com suas propriedades e suas precauções de uso, para que você possa escolher o produto mais adequado para você.

Tipos de ácidos para usar na pele e seus benefícios

É importante observar que a eficácia de um cosmético depende não apenas de um ingrediente, mas de sua formulação geral. Por outro lado, não importa quão bom seja um ingrediente cosmético, nem sempre “mais é mais”. Uma concentração excessiva de um determinado ingrediente pode ser prejudicial à pele ou até não ser mais eficaz do que uma concentração mais baixa. Isso é especialmente importante em alguns ácidos dos cuidados com a pele, que têm uma concentração limitada em cosméticos limitados.

Ácido glicólico

acidos-para-cuidar-da-pele-tipos-e-beneficios

É um ácido da família AHA (alfa hidroxiácidos). É um dos mais conhecidos e mais utilizados em cosméticos. Possui propriedades esfoliantes e hidratantes, além de promover a produção de colágeno na pele. Por ser uma molécula pequena, penetra bastante na pele, portanto sua capacidade esfoliante é bastante alta (embora isso dependa da concentração presente no cosmético que usamos).

Veja mais: Conheça mais sobre o Multimasking

  • Indicações: para pele normal a seca, com manchas ou marcas. A pele mista ou oleosa também pode usá-lo e pode ajudar no tratamento da acne.
  • Dicas de uso:  é fotossensibilizante (aumenta os danos do sol na pele). Além de qualquer produto esfoliante, após o uso, a pele fica menos protegida do sol. Deve ser usado com proteção solar (mínimo de SPF30). É um ácido “potente” e pode irritar a pele. É melhor começar com baixas concentrações e incluí-lo gradualmente na rotina (em dias alternados, por exemplo), para ver como a pele reage.
  • Contra-indicações:  Não deve ser utilizado em conjunto com outros esfoliantes (retinol , ácido ascórbico …), porque pode ser muito para a pele. A pele sensível deve ser usada com cautela. No caso de formulações que incluem vários ácidos, não há problema se seguirmos as instruções do fabricante.

DESCUBRA: Retinol: o ingrediente anti-envelhecimento essencial na sua rotina de cuidados faciais

Ácido salicilico

cuidados-diarios-com-a-pele

O ácido salicílico é um BHA lipossolúvel (beta hidroxiácido). É outro dos ácidos mais conhecidos, também é um ácido que esfolia a pele e ajuda a sua renovação. Como é solúvel em lipídios (gorduras), penetra profundamente nos poros da pele e ajuda a limpá-los. Portanto, é um ingrediente ideal se você estiver querendo limpar a pele e remover cravos. Além disso, é antibacteriano e anti-inflamatório. Você pode encontrá-lo na forma de salicilato de betaína, mais suave com a pele.

  • Indicações:  é ideal para peles oleosas e mistas, com tendência a acne e cravos.
  • Dicas de uso:  pode ser usado dia e noite, pois não é fotossensibilizante, embora seja esfoliante, é aconselhável usar filtro solar durante o dia.
  • Contra-indicações: Na pele muito sensível pode irritar, é melhor usar fórmulas com ingredientes calmantes. Não use junto com retinol.

Ácido hialurônico

acido-hialuronico-creme-e-soros

O ácido hialurônico é um ingrediente essencial para a pele seca. Este ácido tem a capacidade de reter uma grande quantidade de água, impedindo a desidratação da peleProporciona uma aparência suculenta e recheada à pele. É um dos ácidos para cuidados com a pele que não esfolia ou é agressivo com a pele. Você pode encontrá-lo na forma de hialuronato de sódio, que penetra melhor na pele.

  • Indicações: é uma obrigação para a pele seca, mas você pode usar qualquer tipo de pele. Ajuda a reter a umidade da pele.
  • Dicas de uso: pode ser usado dia e noite e em combinação com qualquer ingrediente.
  • Contra-indicações: Nenhuma, é adequada para todos os tipos de pele, mesmo as sensíveis.

Ácido ascórbico

acidos-que-sao-bons-para-a-pele

O ácido ascórbico é a forma mais eficaz do famoso vitamina C. É também o mais instável. A vitamina C é um poderoso antioxidante que protege contra fatores externos, como os raios solares. Portanto, evita o envelhecimento da pele. Também ajuda a pele a se recuperar de agressões externas, ilumina e trata manchas e promove a produção de colágeno.

  • Indicações: Para a pele com sinais de idade ou com manchas.
  • Dicas de uso: Possui capacidade esfoliante, portanto é melhor usá-lo à noite. Funciona muito bem em combinação com produtos com vitamina E ou ácido alfa lipóico.
  • Contra-indicações: Não é recomendado usá-lo em conjunto com a niacinamida, porque a eficácia é perdida, embora seja uma questão controversa e haja opiniões diferentes. Também não é recomendado usá-lo em conjunto com retinol.

Descubra: Benefícios das Vitaminas para a pele: conheça as 11 mais importantes

Ácido láctico

acidos-cuidado-com-a-pele

O ácido lático é outro ácido para cuidados com a pele (especificamente AHA) com capacidade esfoliante. Como a molécula é maior que o ácido glicólico, a esfoliação é mais superficial, mas também menos agressiva. Suaviza a textura da pele e clareia o tom e é mais adequado para peles sensíveis do que glicólico. Além disso, possui propriedades hidratantes.

  • Indicações: para pele seca e sensível, que busca esfoliar e hidratar a pele.
  • Dicas de uso: como todos os AHAs, ele deve ser usado com proteção solar, mas sendo menos agressivo que o glicólico, é mais seguro usar durante o dia.
  • Contra-indicações: Como outros AHAs, não é recomendado usá-lo na mesma rotina que o retinol.

Ácido azelaico

beneficios-acidos-para-a-pele

O ácido azelaico ilumina o tom da pele e diminui a aparência de imperfeições. Este ingrediente também ajuda a tratar a acne e a rosácea. Pode ser usado em peles sensíveis. Tem capacidade esfoliante, mas não tanto quanto outros ácidos.

  • Indicações: para a pele com acne, sem brilho ou manchada.
  • Dicas de uso: pode ser usado dia e noite, sempre aplicando protetor solar durante o dia. Se uma maior eficácia esfoliante for desejada, ela pode ser combinada com outros produtos com AHA ou BHA.
  • Contra-indicações: É menos agressivo que outros ácidos, mas ainda deve ser usado com cautela se o combinarmos com outros esfoliantes na pele sensível.

Ácido Mandélico

acido-hialuronico-antirrugas-beneficios

O ácido mandélico é outro AHA que pode ser considerado “leve”. Esfolia suavemente a pele, tornando-a ideal para peles sensíveis. Pessoas que toleram melhor os ácidos preferem usar glicólico como esfoliante. Em altas concentrações, possui propriedades antioxidantes.

  • Indicações: para peles sensíveis, com tom opaco, manchas ou textura irregular.
  • Dicas de uso: pode ser usado dia e noite, sempre aplicando protetor solar durante o dia. Se uma maior eficácia esfoliante for desejada, ela pode ser combinada com outros produtos com AHA ou BHA.
  • Contra-indicações: É menos agressivo que outros ácidos, mas ainda deve ser usado com cautela se o combinarmos com outros esfoliantes na pele sensível.

Ácido alfa lipóico

acidos-para-a-pele-beleza

O ácido alfa lipóico não é esfoliante, mas é um poderoso antioxidante. Este ácido melhora a aparência da pele, melhora sua textura e combina com o tom. O ácido alfa lipóico é solúvel em água e óleo, por isso é facilmente absorvido pela pele. Ajuda a combater os radicais livres e trata o envelhecimento da pele.

  • Indicações: para pele sem brilho ou com sinais de envelhecimento.
  • Conselhos de uso: é um ingrediente sensível ao sol, se o fabricante não indicar o contrário, é melhor usá-lo apenas à noite. Aumenta os efeitos do ácido ascórbico se usados em conjunto.
  • Contra-indicações: possui alta concentração (mais de 5%) pode causar irritação na pele.

Em resumo, a maioria dos ácidos para cuidados com a pele deve ser usada com cautela, dependendo da sensibilidade de nossa pele. Embora alguns não tenham efeito esfoliante e sejam ótimos para qualquer tipo de pele, é melhor introduzi-los pouco a pouco em nossa rotina de cuidados faciais e observar como a pele reage. E você sempre deve seguir as instruções do fabricante.

Obviamente, neste guia, não há todos os ácidos para cuidados com a pele usados em cosméticos, apenas os mais comuns. Se você quiser saber como outros ácidos funcionam, não hesite em nos perguntar nos comentários ou em nossas redes sociais!

pinterest

tipos-e-beneficios-dos-acidos-para-a-pele




Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:

Sem Comentários

Comentários