Guia de viagem em Istambul: Tudo o que você precisa saber 2022 - We Fashion Trends
Destinos Turquia

Guia de viagem em Istambul: Tudo o que você precisa saber 2022

30 de junho de 2022

Guia de viagem em Istambul

Guia de viagem em Istambul: Istambul é incrível. Atravessando o estreito do Bósforo, é a única metrópole do mundo que abrange dois continentes (Ásia e Europa). É famosa por maravilhas históricas como a Mesquita Azul e a Basílica de Santa Sofia, mas seu verdadeiro charme está nas ruas e vielas sinuosas longe dos principais pontos turísticos.

Não se engane: Istambul é uma cidade feita para passear. Embora você deva visitar as principais atrações se estiver em Istambul pela primeira vez, também deve reservar um tempo para se perder – você nunca sabe em que joia escondida vai encontrar! Se você se cansar de caminhar, há muitos cafés para descansar (graças ao alto preço do álcool e à grande população muçulmana da cidade, Istambul tem uma forte cultura de café).

Meu único arrependimento é não ter mais tempo para explorar. Fiquei três dias em Istambul e fiz muitas malas durante esse tempo, mas ainda não foi suficiente. Eu planejo voltar, mas enquanto isso, estou compartilhando meus lugares favoritos (e não tão favoritos) no guia definitivo para iniciantes em Istambul abaixo. Isso inclui onde ficar e o que ver.

Resumo: 

  1. Planejamento e logística
  2. Cultura e etiqueta
  3. Coisas para fazer
  4. Dicas de viagem e coisas que você precisa saber

✶ Guia de viagem em Istambul: PLANEJAMENTO E LOGÍSTICA ✶

✶ MELHOR ÉPOCA PARA VIAJAR ✶

A primavera (abril a maio) e o outono (setembro a meados de novembro) são os climas mais agradáveis e com menos turistas. Os preços são moderados.
O verão (junho a agosto) é alta temporada, mas pode ser incrivelmente quente. Se você não se importa com o frio, o inverno (meados de novembro a março) tem as tarifas de hotel mais baratas.

✶ ENTRADA E SAÍDA ✶

Os brasileiros que viajem a turismo por até 90 dias podem entrar na Turquia apenas com o passaporte, não sendo necessário tirar nenhum tipo de visto.
Para descobrir os requisitos de visto do seu país, clique aqui.
Seu passaporte deve ser válido por seis meses após a data de partida.

✶ CHEGADA AO AEROPORTO ✶

Os voos internacionais chegam ao novo Aeroporto de Istambul ou Aeroporto Sabiha Gökçen. O Aeroporto de Istambul tornou-se totalmente operacional em 6 de abril de 2019 e substituiu Istambul Ataturk como o principal aeroporto internacional da cidade.

Aeroporto Sabiha Gokcen (SAW)

Aproximadamente uma hora do centro da cidade de carro. Chegamos ao Aeroporto Sabiha Gökçen à noite e estava agitado. Havia várias pistas, carros em todos os lugares e nenhuma sinalização sobre onde deveríamos esperar ou em qual seção da área de desembarque estávamos (Istambul, em geral, não é grande em sinalização clara). Tivemos que recorrer a pontos de referência (ou seja, “estamos nas cinco bandeiras”, “estamos fora do Burger King”) para encontrar nosso motorista, e mesmo assim demoramos pelo menos meia hora.
Se você não providenciou um transfer privado com seu hotel, você pode pegar um táxi (que deve custar cerca de 110 TL para Taksim ou 125 TL para Sultanahmet) ou o traslado do aeroporto Havabus para Taksim. A tarifa é de 18 TL e levará uma hora e meia. Assim que chegar em Taksim, você pode pegar o metrô Taksim ou um táxi para onde quer que você precise ir.

Aeroporto de Istambul (IST)

Aproximadamente 50 minutos do centro da cidade de carro. Você também pode pegar o New Airport Transit Bus, que levará de 30 a 90 minutos, dependendo do seu destino. Você pode pagar o ônibus usando um Istanbulkart (mais sobre isso na seção Transporte abaixo).

✶ TRANSPORTE ✶

Transporte público:

Istambul tem um excelente sistema de transporte público. Se você planeja usar o transporte público várias vezes, compre um Istanbulkart recarregável, que permite economizar dinheiro na rede de metrôs, ônibus, bondes, balsas e funiculares da cidade.

Um Istanbulkart pode ser usado para até 5 passageiros, portanto, não há necessidade de comprar vários cartões se você estiver viajando em um pequeno grupo. Basta tocar no cartão no leitor, aguardar o processamento e tocar novamente para a próxima pessoa.

Você pode comprar Istanbulkarts nas estações de metrô, fora dos terminais de balsas e nas lojas de conveniência da cidade. As máquinas de venda automática de cartões são amarelas e operam em vários idiomas, incluindo inglês. Eles aceitam notas de 5, 10 e 20 TL. O custo de um cartão é de 10 TL mais o valor que você deseja carregar no cartão.

istanbulkart

  • METRÔ: Usamos o metrô apenas uma vez, mas era limpo e pontual. Não há queixas aqui!
  • ÔNIBUS: Nosso meio de transporte mais frequente além de caminhar. Nota: Há tantos ônibus circulando o tempo todo que eles não podem parar em todas as paradas, então você precisa sinalizar o que deseja pegar do jeito que sinaliza um táxi (certifique-se de estar na parada certa!)
  • BARCO: A maneira mais rápida/fácil de viajar entre os lados asiático e europeu. Geralmente são espaçosos e confortáveis com assentos acolchoados. No entanto, a que vai para a Ásia é mais bonita e menos cheia do que a que vai para a Europa.

*Por favor, note que muitos ônibus, bondes, etc. não aceitam mais dinheiro, então você terá que ter algum tipo de bilhete ou ficha para embarcar.

Táxis:

Não use táxis em Istambul, eles estão sempre querendo dar golpes e cobrar taxas que não existem, mas se você precisar (eu usei para ir ao Aeroporto), saiba que: Procure os táxis amarelos oficiais. Eles estão em toda parte, mas alguns motoristas podem ser… ásperos. Eles também podem dirigir como se estivessem fazendo um teste para o mais recente Velozes e Furiosos, então aperte o cinto. Certifique-se de que o taxímetro esteja ativado quando você entrar no táxi. A taxa fixa atual é de 4 TL mais ~2,5 TL por quilômetro. A tarifa mínima é de 10 TL. Não há mais uma taxa de noite – não deixe que eles digam o contrário! Sempre pague em liras (você perderá dinheiro na taxa de câmbio se pagar em dólares americanos ou euros). Para o aeroporto os taxistas vão dizer que tem uma taxa extra da Autoban, mas isso não é verdade.

Uber:

Tecnicamente, ainda está operando na Turquia, embora o governo esteja reprimindo. Todo Uber é um Uber XL – vans enormes com duas fileiras de bancos de couro voltados um para o outro na parte de trás, como em limusines. Você provavelmente não usará Ubers com frequência.

Guia de viagem em Istambul

✶ MOEDA E DINHEIRO ✶

A moeda local é a lira turca (TL). A taxa de câmbio é de aproximadamente R$ 1 para cada 3,43 Lira turca, ou seja, nosso dinheiro está valorizado lá. A maioria dos lugares aceita cartões de crédito. No entanto, alguns leitores de cartão são mais chatos e acabam recusando o cartão sem motivo nenhum, por isso, leve sempre dinheiro com você.  Além disso, certifique-se de ter muitas pequenas notas (5, 10, 20 TLs) para táxis, gorjetas, recarregar seu Istanbulkart, etc.

Guia de viagem em Istambul

✶ CELULAR E INTERNET ✶

Compre um cartão SIM no aeroporto, pois pode ser difícil conseguir um na cidade. Existem apenas três provedores de serviços móveis: Turkcell, Turk Telekom e Vodafone. Os cartões SIM não são tão baratos quanto você esperaria, mas há muitas opções, então escolha aquele que funciona para você.
O Wi-Fi está disponível na maioria dos hotéis, cafés e restaurantes (exceto nos locais menores). No entanto, a Internet é regulamentada, portanto, você não poderá acessar sites como a Wikipedia. Não conte com VPNs, pois a maioria também está bloqueada.

Sites de mídia social como Facebook e Instagram ainda são acessíveis. Na verdade, os turcos são muito ativos no Instagram.

✶ SAÚDE ✶

Você não precisa de vacinas especiais para entrar na Turquia. A higiene alimentar não era um problema, mas não beba a água. Repito: NÃO BEBA A ÁGUA. Beba apenas água engarrafada ou seu corpo não ficará feliz. Felizmente, se você encontrar… problemas… banheiros públicos são abundantes. Eles geralmente cobram uma taxa de 1 TL.

✶ SEGURANÇA ✶

O turismo para a Turquia sofreu devido a vários ataques terroristas e uma tentativa fracassada de golpe em 2016. Os países suspenderam a maioria de seus avisos de viagem turcos desde então e o país é considerado principalmente seguro. Também fomos avisados por várias pessoas para não nos aventurarmos nas partes menos povoadas da cidade. Claro, isso é verdade para qualquer cidade grande. Se você ficar no centro da cidade e nas principais áreas turísticas, deve ficar bem.
Se você é uma mulher que viaja sozinha, não recomendo caminhar sozinha à noite. Cuidado também com os batedores de carteira, especialmente em áreas turísticas populares, como o Grande Bazar.

✶ CULTURA E ETIQUETA ✶

Código de roupa

Apesar de ter uma grande população muçulmana, a Turquia é um país secular, então você não precisa se vestir de forma conservadora fora dos edifícios religiosos. Você pode usar o que quiser, embora os turcos prefiram o visual “modesto” (ex: vestidos e tops com mangas combinados com saias ou calças). Traga uma jaqueta porque fica frio no rio.

Certifique-se também de levar um cachecol, calças e/ou saias longas e vestidos para visitar as mesquitas, que exigem que você cubra a cabeça, os ombros e as pernas. Nada de roupas transparentes!

Comida

A comida em Istambul é incrível. Abaixo estão alguns itens populares de comida turca que você deve experimentar pelo menos uma vez (ou duas, mas você sabe, isso é preferência pessoal):

  • AYRAN: uma bebida de iogurte popular, especialmente no verão. Eu tentei e não fiquei impressionado (literalmente tem gosto de iogurte salgado), mas muitas pessoas gostam, então vale a pena tentar. Todo mundo tem gostos diferentes!
  • BALIK EKMEK: sanduíche com peixe grelhado, cebola e salada. Os melhores são encontrados nos barcos sob a Ponte Galata.
  • BAKLAVA: Doces em camadas recheados com nozes, sendo o mais comum o pistache. Existem muitos sabores de baklava, então recomendo experimentar alguns além do clássico pistache.
  • DURUM: Wraps tipo burrito com carne ou vegetais.
  • KAHVALTI: Um café da manhã turco tradicional composto por ovos, queijo, vegetais, frutas, pão, geleias e muito mais.
  • KEBAB: Shish kebabs, doner kebabs, iskender kebabs…kebabs o dia todo em todos os sentidos. Faça isso.
  • SIMIT: Anéis de pão cobertos com sementes de gergelim que parecem bagels. Você encontrará vendedores que os vendem por toda a cidade.
  • CHÁ / CAFÉ TURCO: Significava mais para a digestão do que para o estado de alerta, então não espere que eles o animem às 7 da manhã.

Gorjeta

Não é necessário, mas apreciado. Se gostou do serviço, pode deixar algumas liras ou arredondar o valor. Observe que você deve dar gorjeta em dinheiro, pois não há linha nos recibos do cartão de crédito para adicionar uma gorjeta.

✶ Língua ✶

A maioria das pessoas fala pelo menos um pouco de inglês, especialmente nas áreas turísticas. Abaixo estão algumas palavras-chave e frases que você deve saber. Se tudo mais falhar, use a linguagem universal: gestos com as mãos!

  • olá = merhaba
  • Adeus = hoşça kalın ou bye bye
  • bom dia = günaydın
  • boa noite = iyi geceler
  • obrigado = teşekkür ederim
  • Quanto custa (preço) = Kaç para?
  • Desculpe-me/desculpe = affedersiniz/pardo

✶ COISAS PARA FAZER EM ISTAMBUL ✶

BAIRRO BALAT

Outrora conhecido como o bairro judeu da cidade e famoso pelos seus edifícios coloridos, Balat é perfeito para passear. Está repleto de cafés e lojas adoráveis – por todo o lado! Reserve meio dia para explorar, fazer compras e tomar café.
Se você estiver na Cidade Velha, a maneira mais fácil de chegar aqui é de ônibus. Eles parecem distantes no Google Maps, mas o ponto de ônibus Balat fica a apenas algumas paradas de Sultanahmet.

bairro balat turquia istambul deisi remus

MESQUITA AZUL/SULTANAHMET MESQUITA

Tecnicamente é chamada de Mesquita do Sultão Ahmed, mas é amplamente conhecida como a “Mesquita Azul” por seu interior azulado. É a mesquita mais importante de Istambul e, juntamente com a vizinha Hagia Sophia, um dos marcos mais emblemáticos da cidade. A mesquita é linda, porém quando visitei estava toda em reforma, cheia de tapumes e telas.

Certifique-se de estar vestido adequadamente se estiver visitando a mesquita. Você tem que usar um lenço na cabeça mesmo no pátio.

Horário: Aberto 24/7, exceto durante as orações. Há cinco orações por dia, sendo a primeira ao nascer do sol e a última ao anoitecer. A mesquita, incluindo o pátio, fecha por 90 minutos a cada oração. Você ouvirá o chamado para a oração nos alto-falantes, mas se quiser planejar com antecedência, verifique os horários exatos da oração diária aqui.

Ingresso: Gratuito

DOLMABAHCE PALACE

Um palácio opulento localizado no Bósforo, Dolmabahce serviu como o principal centro administrativo do Império Otomano no século XIX e início do século XX. Os jardins são deslumbrantes, pontilhados com jardins exuberantes e intrincados portões brancos com vista para a água.
Você tem que pagar mais para entrar no Harém, o que não fizemos, mas eu gostaria de ter feito porque o interior parece insano. (Nota: Você tem que usar saquinhos plásticos sobre os sapatos para entrar. Eles fornecem as sacolas na entrada).

Estou avisando agora: este lugar é o centro turístico. Espere ver muitos, muitos grupos de turismo aqui. Há uma longa fila para passar pela segurança, mas uma fila curta para ingressos, pois a maioria dos grupos de turismo reserva com antecedência.
Há também uma estação de ferry perto de Dolmabahce que o levará a Kadikoy e ao lado asiático da cidade.

Horário: 9h às 16h. Fechado às segundas-feiras.

Taxa de entrada: 100 TL mais 50 TL extra se você quiser visitar o harém.

Dolmabahce palace turquia istambul deisi remus

GALATA BRIDGE

Atravesse a ponte ao pôr do sol para ver Istambul iluminada em toda a sua glória dourada. Você também pode pegar comida na fileira de restaurantes e cafés embaixo da ponte, incluindo sanduíches de peixe balık ekmek.

GALATA BRIDGE istambul turquia deisi remus

GALATA TOWER

Uma das torres mais antigas e mais altas da cidade. Você pode subir até o topo, onde há um restaurante e um mirante com vista panorâmica de Istambul. Há elevadores, mas mesmo assim é preciso subir vários andares para chegar ao mirante. É também um dos lugares mais Instagramáveis de Istambul. Depois de terminar a torre, reserve um tempo para explorar as ruas fofas e cheias de lojas que a cercam.

Horário: 9h às 20h30

Taxa de entrada: 25 TL

GRAND BAZAAR

Esta é uma experiência icônica de Istambul, mas para ser honesta, eu não era fã. Quando imaginei o bazar, imaginei barracas turísticas, mas pelo menos um pouco autênticas, vendendo produtos locais.
Existem algumas barracas assim, mas a maioria são vitrines com ar condicionado que fazem o lugar parecer um shopping ocidental – onde 90% dos vendedores estão gritando com você para comprar coisas ou tentando atraí-lo para dentro de sua loja com chá grátis e doces.

No entanto, muitas pessoas gostam e é uma experiência que todos deveriam ter se visitam Istambul pela primeira vez. Se você quer um balcão único para lembranças, este é o lugar, pois os vendedores vendem de tudo, desde lanternas a lenços e tapetes. Apenas certifique-se de aprimorar suas habilidades de barganha de antemão.

O bazar fica a aproximadamente 20 minutos a pé da área de Hagia Sophia.

Horário: 9h às 19h. Fechado aos domingos.

Ingresso: Gratuito.

grand bazaar istambul turquia deisi remus

HAGIA SOPHIA

Turístico? sim. Vale a pena? Absolutamente. Esta catedral ortodoxa grega que virou mesquita e museu moderno é uma maravilha arquitetônica e uma das estruturas mais reverenciadas do mundo. Simboliza Bizâncio da mesma forma que o Coliseu simboliza Roma. Você pode se maravilhar com seu teto alto, lustres incríveis e detalhes intrincados do andar principal ou da galeria superior (apenas tome cuidado – o caminho sinuoso de pedra que leva à galeria é escorregadio)!

Horário: das 9h às 19h no verão (1 de abril a 31 de outubro), das 9h às 17h no inverno (de 1 de novembro a 31 de março). A última hora de entrada é uma hora antes do horário de fechamento.

RUA ISTIKLAL

Uma das ruas mais famosas de Istambul. Aqui, você encontrará o bonde vermelho nostálgico de Istambul, bem como uma variedade de lojas, restaurantes, galerias, cinemas e clubes, entre outras coisas. Visitado por quase 3 milhões de pessoas por dia nos fins de semana, é o movimentado coração da cidade.

RUA ISTIKLAL

MESQUITA SULEYMANIYE

Semelhante à Mesquita Azul com um pátio igualmente bonito, mas muito mais tranquilo. Na verdade, eu gostei mais dessa do que da Mesquita Azul (pois estava em construção, então não tinha muita coisa para ver). O interior é lindo, mas a maior parte é isolada, então você não pode realmente andar por aí.

Ao contrário de seu primo mais famoso, você não precisa usar um lenço na cabeça para entrar no pátio, embora precise de um para entrar na própria mesquita. Se você passar pelo pátio até a parte de trás da mesquita, terá uma bela vista da cidade e do Bósforo.

MESQUITA SULEYMANIYE Deisi Remus

PALÁCIO TOPKAPI

Perto da Hagia Sophia. Topkapi foi construído em meados do século XV e serviu como residência dos sultões otomanos até meados do século XIX. O Harém é a seção mais impressionante, mas custa 35 liras extras. Pelo lado positivo, o custo extra significa que há menos pessoas. Também custa extra para visitar a Hagia Irene, uma igreja ortodoxa no pátio externo do palácio.

Horário: 9h-16h45 durante o inverno; Das 9h às 18h45 durante o verão. Fechado às terças.

Taxa de entrada: 320 Lira Turca. Se quiser acessar o harém precisa pagar uma taxa a mais.

PALÁCIO TOPKAPI deisi remus

PALÁCIO DE BEYLERBEYI

O Palácio de Beylerbeyi é uma antiga residência dos sultões do Império Otomano situada na margem oriental (asiática) do Bósforo, muito perto da Ponte do Bósforo, no bairro de Beylerbeyi. Foi construído entre 1861 e 1865 por ordem do sultão Abdulazize como residência de veraneio e de recreio para chefes de estado estrangeiros de visita a Istambul. É da autoria dos arquitetos arménios de Istambul Sarkis e Hagop Balian.

Taxa de entrada: 220 Lira Turca

✶ DICAS DE VIAGEM E COISAS PARA SABER ✶

Verifique as taxas de entrada para os museus que você deseja visitar e considere obter um Museum Pass, se fizer sentido. Você vai economizar tempo e dinheiro. Observe que nem todos os museus aceitam o passe, portanto, examine atentamente as atrações elegíveis.

  • Use sapatos confortáveis e fáceis de calçar/tirar, já que você precisa tirar os sapatos para entrar nas mesquitas.
  • Existem detectores de metal na maioria dos locais turísticos. Para facilitar as coisas, leve apenas o que você precisa quando for passear.
  • Em geral, os turcos são extremamente amigáveis e prestativos. No entanto, cuidado com os vendedores nos bazares que tentam atraí-lo com chá e lanches gratuitos. Você pode tomar o chá se quiser, mas NÃO é obrigado a comprar nada, mesmo que o faça.
  • Há muita construção e restauração acontecendo em toda a cidade. Não se surpreenda se você visitar um local famoso (ou seja, a Mesquita Azul ou Hagia Sophia) e encontrar metade dele coberto por andaimes.
  • Fique de olho nas entradas, especialmente em locais menores. A sinalização de Istambul, mesmo em áreas turísticas, deixa a desejar.
  • Há um imposto sobre o álcool na Turquia, então se você quiser beber esteja preparado para o preço. A cerveja local é mais barata; o vinho é mais caro; marcas importadas são muito caras.
  • Há gatos e cachorros em todos os lugares. EM TODA PARTE. Cachorros vão se enrolar para dormir no meio da calçada e você só tem que andar ao redor deles. No entanto, eles não são agressivos e não incomodam os humanos, pelo menos não os que eu vi. Eles também são marcados e imunizados regularmente.
  • Planeje visitar um ou dois bairros de cada vez. Indo e voltando vai comer em seu itinerário mais do que você pensa.

Bem, aí está! O guia definitivo para iniciantes em Istambul. Eu espero que você tenha achado isso útil.
Comente abaixo se você tiver algum feedback/dúvidas ou histórias de sua viagem à cidade. Eu adoraria ouvi-los.




Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:

Sem Comentários

Comentários

ROUPAS FEMININAS QUE ERAM DE HOMENS