"Nós dormimos separados." Por que cada vez mais pessoas escolhem dormir sem o parceiro | We Fashion Trends
Comportamento Relacionamento

“Nós dormimos separados.” Por que cada vez mais pessoas escolhem dormir sem o parceiro

20 de março de 2020

casal-dorme-separado

Em teoria, todos nós gostamos de “dormir de conchinha” … Mas, no meio da noite, uma respiração no seu pescoço, um corpo aquecido pressionado contra o seu, um ronco ou até a tela azul do celular que impede você de dormir tranquila, pode fazer você sentir saudades de seus dias de solteira com uma cama enorme só para você.

Seu quarto tão arrumado ou bagunçado quanto você gosta, a luz acesa ou apagada de acordo com seu desejo … O que há de errado? Você não é a única. Nota: isso não significa que você não ama estar em um relacionamento, mas que às vezes você gostaria que seu quarto fosse apenas isso: seu espaço.

Mais e mais casais estão deixando de lado o costume da cama de casal clássica e priorizando seu bom descanso e conforto dormindo em quartos separados (além do mais: um estudo da US Sleep Foundation revelou que 25% dos casais não compartilham uma cama). Alguns chamam de “divórcio dos sonhos”, mas, de fato, os especialistas dizem que, em muitos casos, essa atitude ajuda a manter um relacionamento saudável.

Lembremos o seguinte: negociar é uma das habilidades de um casal feliz. E, embora para alguns a decisão de deixar de lado o ritual da cama compartilhada possa atingir suas crenças fundamentais sobre o que corresponde ou não a um relacionamento, outros são incentivados a quebrar os moldes e adaptá-los para se adequarem a eles. Hoje sabemos que somos nós quem definimos as regras.

Por que escolher dormir em camas separadas?

Aqueles que escolhem dormir separadamente o fazem principalmente por um de dois motivos:

1. Devido ao desconforto físico: qualquer um de vocês ronca, sofre de síndrome das pernas inquietas, tem insônia ou trabalha à noite e vai para a cama ao amanhecer, por exemplo.

2. Em busca de um espaço individual: ser capaz de ter um espaço íntimo para cada um, sem precisar compartilhá-lo com ninguém. Meu quarto, minhas regras.

Quais as vantagens do casal dormir em camas separadas?

  • O bom: não se trata apenas de assistir à Netflix até a hora que você deseja ou de se espreguiçar na cama como uma estrela do mar. Para o relacionamento, dormir à parte pode ajudar a diminuir certas discussões sobre tópicos que geralmente não são fáceis de resolver e que têm a ver com a vida, corpo ou estilo de vida do outro. Outra vantagem: manter um espaço de total intimidade geralmente nos faz sentir que não “renunciamos a tudo”, dependendo do parceiro. Isso nos ajuda a sustentar o vínculo a longo prazo.
  • Agora, o ruim: a ideia de dormir separadamente pode criar dúvidas ou inseguranças sobre as intenções do outro, se ambos não estiverem totalmente na mesma página. Além disso, você pode perder alguma espontaneidade no sexo, pois é mais difícil “acontecer” quando você está separado.
  • Mas: no entantoquem disse que você só pode ter relações sexuais na cama e noite? Dormir separadamente, para alguns casais, pode ser um despertar criativo em sua sexualidade: de enviar mensagens quentes um para o outro até que você não aguenta mais: tudo depende do desejo e da comunicação do casal.

Não existe um caminho certo

Se a ideia de dormir separadamente o deixa curioso ou você acha que isso poderia beneficiar seu parceiro de alguma forma, lembre-se de que não há regras. Você pode:

  • Dormir em camas separadas, mas no mesmo quarto.
  • Dormir juntos no fim de semana e separados durante a semana.
  • Comece dormindo cada um no quarto uma vez por semana, para ver como se sentem.

Obviamente: lembre-se de que o diálogo é essencial para que esse acordo seja eficaz. Não pare de conversar sobre qualquer desconforto que possa surgir ou tenha medo de voltar, se não correu como o esperado. De qualquer forma, é uma boa oportunidade para continuar a conhecer e aprender sobre a melhor maneira de estar juntos.

A chave é simplesmente ouvir o que você precisa e ser encorajado a tentar, deixando de lado a velha noção de que, para ter um vínculo feliz, você precisa dormir juntos. Cada casal é um universo, e o seu deve ser como você deseja construí-lo … E se você descansar bem, melhor. 

Alguns depoimentos:

  • Clara, 25 anos, professora. “Começamos a dormir separadamente, em princípio, porque ele assistia televisão à noite e isso me incomodava. Foi gradual: começamos a passar a TV para a sala e depois colocamos uma cama para que ele não dormisse no sofá. Pouco a pouco tornou-se rotina para nós: comemos juntos na sala de jantar, assistimos a um filme na minha cama antes de dormir e, por volta da meia noite, meus olhos se fecham e ele vai para o quarto. Funciona bem para nós “.
  • Marcela, 45 anos, contadora . “Quando dissemos a alguns amigos que dormimos em camas separadas, sentimos que eles estavam olhando para nós com uma cara triste … Como se algo em nosso casamento tivesse quebrado. A verdade é que muitos desses amigos não estão mais juntos hoje e não estamos apenas bem, mas acho que estamos melhorando. Ter essa separação de cama nos permite se sentir independentes e nos faz querer ficar mais juntos “.
  • Susana, 37 anos, jornalista. “Nós não dividimos o quarto ou o banheiro. Isso nos permite ter o ambiente que gostamos, com desordem ou sem desordem, e não brigar. Além disso, ele ronca muito alto e eu uso tampões para os ouvidos há anos, e já estava cansada.” Quanto ao sexo, acho que a frequência permanece a mesma. Além do mais: não ficar ao lado dele o tempo todo torna as coisas mais quentes “.




Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:

1 Comentário

  • Avatar
    Reply João Claudio 20 de março de 2020 at 16:22

    já durmo em quartos separados há mais de 22 anos, é melhor para ambos. Quando quiser “brincar” posso visitar o quarto dela e vice-versa.

  • Comentários