O que o feminismo reivindica e defende? - We Fashion Trends
Comportamento Dia da Mulher Empoderamento

O que o feminismo reivindica e defende?

7 de março de 2022

feminismo

Feminismo: Curiosamente, ainda há quem não tenha certeza de que esse movimento está basicamente lutando por uma igualdade real. Se você precisa de munição para responder a um cunhado (ou qualquer um) sem noção, aqui estão os 10 argumentos que você precisa. 💜💪🏾

Antes de começar a lista, vale lembrar que o feminismo tem a ver, não esqueçamos, com os direitos humanos e, como lembrou Hillary Clinton, “Os direitos das mulheres e meninas são o assunto inacabado do século 21”. Por isso, da próxima vez que alguém lhe disser que há igualdade, dê uma boa sacudida  na pessoa com dados como, segundo a Intermón Oxfam, 7 em cada 10 mulheres no mundo sofrerão violência física ou sexual em suas vidas, ou que a violência sexista é a principal causa de morte de mulheres entre 15 e 44 anos no mundo, à frente de câncer, acidentes de trânsito ou guerras, conforme indicado pela ONU.

Além dos objetivos feministas que destacamos neste relatório, há muito mais a trabalhar para promover a liberdade e a igualdade das mulheres em toda a sua extensão. Nosso direito de ser diverso e de ser o que queremos. Deixe o cabelo crescer nas axilas e nas pernas, ou não. Use uma beleza normativa, ou não. Ter tanto direito quanto um homem de mostrar nossos mamilos nas redes sociais. E certamente você pode pensar em mais mil, porque ainda há muito a ser feito para alcançar a igualdade real.

Partindo do pressuposto de que não existe uma resposta única para os muitos desafios que surgem, vamos elencar as demandas feministas mais importantes.

O que o feminismo reivindica e defende?

Acabar com a violência machista

Você já deve ter ouvido em muitas manifestações feministas (como as de 8 de março), que as mulheres querem umas às outras vivas, livres e felizes. Não são palavras aleatórias. A primeira reivindicação feminista é acabar com a violência de gênero. Queremos uns aos outros vivos porque, como alerta a Organização Mundial da Saúde (OMS), a violência contra as mulheres é um problema de saúde global de proporções epidêmicas. O Brasil registra um caso de feminicídio a cada 6 horas e meia.

Veja mais: Tatuagem feminista Girl Power para você se inspirar

Igualdade de oportunidades

O movimento feminista também trabalha incansavelmente para alcançar a igualdade de oportunidades e que as mulheres sejam representadas igualmente nos espaços de decisão, tanto na política e nos órgãos públicos quanto nas empresas privadas. Ou seja, ter opções para alcançar as posições mais altas. E devemos lembrar, mais uma vez, que a igualdade é de 50%.

Quebrar tetos de vidro

Outro dos objetivos fundamentais, intimamente relacionado com a igualdade de oportunidades, é acabar com os tetos de vidro. Neste ponto, não se entende que não há mulheres fazendo nada e fazendo isso em igualdade. Para mostrar o quão longe estamos de chegar lá, eis um fato: no Brasil, as mulheres CEOs são apenas 1,3% do total e no mundo, 5,3% . Há muito trabalho a ser feito.

Eliminar a diferença salarial

Que haja pagamento igual para o mesmo trabalho é outra área a ser explorada. Em nosso país, o salário médio anual das mulheres deve aumentar em 28% para igualar o dos homens, uma das razões pelas quais há uma feminização da precariedade do trabalho e da pobreza. Outro problema enfrentado pelas mulheres é o aumento da taxa de desemprego, razão pela qual são necessárias políticas ativas de emprego de qualidade com perspectiva de gênero.

Distribuição igualitária de tarefas domésticas e cuidados

No Brasil, as mulheres trabalhadoras gastam 3 horas e 46 minutos por dia em atividades domésticas, em comparação com 2 horas e 21 minutos para os homens. Sem um maior compromisso social e político, o trabalho de cuidado tanto da casa quanto dos filhos, não remunerado, continuará a cair nas nossas costas.

Confira: Os símbolos do feminismo e seus significados

Uma educação feminista

Para alcançar a igualdade desejada, é necessária uma educação inclusiva e igualitária e isso é garantido se forem seguidos os princípios do feminismo. Também é necessário garantir que mulheres e meninas tenham acesso à tecnologia e inovação, chaves fundamentais para fazer parte do desenho do mundo do futuro.

Garantir nossos direitos sexuais e reprodutivos

Além de avançar no consentimento –só sim é sim–, o feminismo luta para que o direito ao aborto legal, seguro e gratuito não seja afetado, como tem acontecido em alguns estados dos Estados Unidos, e para alcançar esse direito em muitos países onde tem ainda não foi alcançado. Respeitar nosso direito de decidir sobre nossos corpos é primordial.

Questione os estereótipos de gênero

Talvez um dos maiores obstáculos que as mulheres enfrentam sejam todos aqueles preconceitos gerados pelo patriarcado, que nos são atribuídos desde o nascimento e que restringem nosso desenvolvimento e nossas liberdades. Enquanto os homens estão ligados a qualidades como coragem, racionalidade, força ou eficiência, as mulheres estão ligadas à fragilidade, instabilidade, submissão, frivolidade… Os estereótipos de gênero nos pesam desde pequenos. Assim, não é de surpreender que, de acordo com um estudo publicado na revista ‘Science’, a partir dos 6 anos as meninas comecem a pensar que os meninos são mais inteligentes e brilhantes do que elas.

Veja mais: 15 pessoas que passaram pela transformação de gênero e encontraram a felicidade

O fim do patriarcado

Eliminar a desigualdade hierárquica entre os gêneros é um dos maiores objetivos feministas, mudar o sistema patriarcal para um modelo social justo e igualitário. Devemos lembrar que o patriarcado não oprime apenas as mulheres, os homens também são suas vítimas.




Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:

Sem Comentários

Comentários

TENDÊNCIAS PARA A PRIMAVERA-VERÃO 2023