Perfumes orientais vão mudar de nome por serem discriminatórios - We Fashion Trends
Perfume

Perfumes orientais vão mudar de nome por serem discriminatórios

25 de março de 2022

Perfumes orientais vão mudar de nome por serem discriminatórios

Perfumes orientais: Os perfumes da família olfativa oriental estão prestes a ser chamados de outra coisa. A razão? Esta palavra pode ser interpretada como ofensiva e discriminatória.

Nos países anglo-saxões, que estão à nossa frente na promoção da diversidade e inclusão social, há uma palavra que começa a ser banida no universo dos perfumes: ‘oriental’ . A razão? Pode prejudicar a dignidade das pessoas e ser discriminatório. Mas vamos por partes para entender como chegamos aqui.

O perfume, desde o tempo dos egípcios, sempre foi um elemento relevante nas culturas e despertou enorme fascínio. Tanto que até o próprio Aristóteles já dedicava parte de suas reflexões filosóficas aos cheiros. Mas foi só no século 20 que os especialistas decidiram classificar os perfumes em uma série de grupos, com base nas características semelhantes que as novas fragrâncias que estavam sendo criadas tinham. E é assim que surgem sete nomes para sete famílias de perfumes, que são entendidas como as mais comuns na perfumaria: cítricos, florais, fougère, chipre, amadeirados e orientais. Sim, ‘oriental’, termo que agora é muito mais do que discutível e que começa a ser vilipendiado nos Estados Unidos e no Reino Unido para se referir a perfumes, por ser não apenas politicamente incorreto, mas também discriminatório.

A partir destes países é defendido um movimento para eliminar esta denominação quando se refere a um tipo de aromas que se caracterizam por serem “quentes, sensuais, almiscarados, doces, intensos e atalcados”, segundo a definição da Perfume Academy. Entre suas notas mais características estão baunilha, mirra, incenso, fava tonka, benjoim, patchouli, vetiver, sândalo, almíscar ou canela.

Veja também: Perfume do signo: descubra qual a fragrância ideal para você

Perfumes orientais podem mudar de nome

A palavra ‘oriental’ pode ser substituída?

O mais irônico de tudo isso é que não há necessidade de se referir a esses perfumes opulentos e intensos com a palavra ‘oriental’, pois existem outras palavras que podem substituir ‘oriental’, e que não são discriminatórias ou agridem a diversidade racial. Podemos falar de perfumes ‘âmbar’ ou ‘balsâmicos’, em vez de perfumes ‘orientais’ , e todos sabem que estamos nos referindo à mesma família olfativa.

Em linha com a decisão dos países anglo-saxões, marcas de origem francesa, como Maison Francis Kurkdjian, começaram a retrabalhar as descrições olfativas de fragrâncias. Perfumes como Gentle Fluidity Gold Edition, Grand Soir, Oud e Oud Satin Mood, que até recentemente eram definidos como ‘orientais’, passaram a ser descritos como perfumes ‘âmbar’. A nuance é sutil, mas sem dúvida implica uma grande mudança, pois elimina possíveis interpretações discriminatórias.

Perfumes inclusivos

A blogueira de fragrâncias e jornalista britânica Victoria Frolova estudou as associações históricas do termo ‘oriental’ com exploração e colonialismo e lançou uma campanha de conscientização através de seu blog para remover esta palavra da definição de fragrâncias.

Ela considera que o vocabulário é uma ferramenta muito poderosa para contribuir para a inclusão e isso deve ser levado em conta em todas as áreas de atuação, inclusive no setor de perfumaria, evitando conceitos que ameacem a diversidade racial. As mudanças estão permeando a sociedade, mas os resultados serão vistos a médio e longo prazo e pessoas como Vitória têm um papel primordial na consolidação das mudanças.

Alguns já promovem o uso do termo ‘âmbar’ para se referir às fragrâncias deste grupo que ainda classificamos na seção ‘oriental’, pois assim evita ferir sensibilidades e o termo ‘oriental’ não fica associado a uma conotação ou a algo depreciativo, quando a perfumaria defende valores justamente opostos, como felicidade, alegria, beleza…

Erradicar a linguagem discriminatória

As mudanças culturais estão afetando o mundo da perfumaria e a linguagem que usamos é muito importante. Até hoje, continuar a nomear uma categoria de perfume como ‘oriental’ está desatualizado. Além disso, ao contrário de categorias de fragrâncias como ‘floral’ ou ‘amadeirado’, o termo ‘oriental’ pode ser confuso.




Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:

Sem Comentários

Comentários

COMO SE VESTIR PARA UM PRIMEIRO ENCONTRO