Principais flores para cultivar na primavera - We Fashion Trends
Casa

Principais flores para cultivar na primavera

10 de novembro de 2021

flores para cultivar na primavera

Flores para cultivar na primavera: No ciclo em que as flores mais desabrocham, trouxemos uma lista com as principais espécies, para inspirar o seu jardim.

A primavera está entre nós, a estação que é conhecida como a estação das flores traz como marca as temperaturas amenas e uma grande quantidade de flores que entram em floração, geralmente se estendendo até o verão. Para celebrar a chegada da primavera, pegamos algumas dicas com a Flores Online e trouxemos uma lista com algumas das principais espécies que desabrocham na estação, para compor o seu jardim.

Flores para cultivar na primavera

Surfinias

Seu caule é mais fino e ramificado, além de ser mais resistente à chuva. Ideal para decorar e deixar mais receptiva a varanda, a surfinia, ou petúnia suspensa, é originária de climas tropicais e subtropicais da América do Sul. Ela possui diversas tonalidades: branca, preta, amarela, laranja, rosa, vermelha, azul, roxa, bicolor e listrada.

Leitura recomendada: Decoração com pneus: fotos e ideias para usar na casa e no jardim

Surfinias

Petúnias

Em altura que varia entre 30 a 50 centímetros, cresce formando aglomerados, o que é ideal para colocar em vasos em jardins de varanda. As flores podem ser de bordas lisas ou onduladas, extremamente belas. Além disso, elas têm um aroma marcante.

flores para cultivar na primavera

Brinco-de-princesa

O nome brinco-de-princesa se dá por conta de suas flores pendentes, em formato de sino duplo, com muitas pétalas e se apresentando em várias cores, como vermelha, branca, roxa e rosa. Prefere temperaturas mais frias, entre 12 e 24 ºC, condições ideais na primavera.

Brinco-de-princesa

Bela-emília

A bela-emília apresenta uma floração intensa da primavera ao fim do outono. Muito ramificada, é ótima para cultivo como planta isolada. Pode ser cultivada à meia-sombra, mas prefere sol pleno. É tolerante ao frio, podendo ser cultivada em todo o território brasileiro. Os canteiros devem ter solo enriquecido com matéria orgânica, drenáveis e irrigados periodicamente. Evite encharcar o substrato, pois ela não gosta de água em excesso. As borboletas são fiéis guardiãs e polinizadoras e dão um “colorido” aos buquês azuis e brancos.

Seus piores inimigos são as formigas e pulgões, fique atento para combatê-los antes que eles ataquem ferozmente a sua planta a ponto dela não conseguir reagir.

Madressilva

A madressilva é uma trepadeira que pode chegar a até 9m de altura e é considerada uma espécie ornamental. A planta ficou conhecida por suas flores que nascem brancas e envelhecem amarelas, preenchendo qualquer jardim com seu perfume. As folhas contêm propriedades anti-inflamatórias e substâncias antibióticas ativas contra os estafilococos e o bacilo de coli, tornando-a num remédio que combate problemas respiratórios e também ataca infecções gastrointestinais.
Deve-se evitar o plantio próximo às janelas dos quartos, mantendo uma distância de, no mínimo 30 metros, pois seu perfume pode causar alergia, dor de cabeça e o cheiro forte pode tornar-se enjoativo.

Madressilva

Congéia

A congéia floresce entre o final do inverno e o começo da primavera, e muda de cor com o tempo: de branca a rosa e cinza. Cresce moderadamente, para auxiliar a formação mais volumosa, faça podas regulares após o florescimento. Seus ramos floridos são densos e cobrem toda a folhagem. Exige sol pleno, regas periódicas e não tolera geadas. Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, enriquecido com matéria orgânica e irrigado periodicamente.




Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:

Sem Comentários

Comentários

DECORAÇÃO DE NATAL GASTANDO POUCO