Segundo a ONU, a casa é "o lugar mais perigoso" para as mulheres | We Fashion Trends
Casamento Comportamento Relacionamento

Segundo a ONU, a casa é “o lugar mais perigoso” para as mulheres

29 de novembro de 2018

violencia-contra-a-mulher

Em média, cerca de 12 mulheres são assassinadas por dia no Brasil. Mais de 4.473 homicídios foram registrados em 2017, um aumento de 6,5% em relação a 2016. Isso significa que uma mulher é assassinada a cada duas horas no Brasil.

A escala de violência contra as mulheres é tão grande que, de acordo com um estudo recente da ONU, 58% das mulheres mortas em todo o mundo em 2017 foram supostamente assassinadas por seu parceiro ou por um membro da família. Mais da metade dos assassinatos de mulheres ocorreu em suas casas, tornando-se o “lugar mais perigoso para uma mulher“, segundo o estudo da ONU publicado neste domingo, 25 de novembro.

Enquanto a grande maioria dos homicídios no mundo é perpetrada por homens (cerca de 80%), as mulheres permanecem “as mais prováveis de serem mortas por seus companheiros ou familiares (…)”. que faz da casa o lugar mais perigoso para uma mulher“, diz Louri Fedotov, chefe do escritório da ONU, e continua.

De acordo com este estudo, a taxa global de vítimas de homicídio do sexo feminino é de 1,3 por 100.000. Na África, alcançaria a terrível figura de 3,2 vítimas por 100.000 mulheres. Se a taxa mais baixa for observada na Europa, onde está em 0,7, o Escritório das Nações Unidas observa que “nenhum progresso tangível” foi alcançado, e isto, “apesar da legislação e dos programas desenvolvidos para erradicar violência contra as mulheres“.

Em conclusão, o relatório apela à prevenção e educação dos mais jovens no que se refere à violência contra as mulheres.



Você também vai gostar

Comente com o seu perfil do Facebook:



Sem Comentários

Comentários